sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Dois Amores


Você ama João. E ama Jorge. E acha que está ficando louca.
Amenize este diagnóstico. É possível
– e nem tão raro assim – amar duas pessoas ao mesmo tempo.
Este “ao mesmo tempo” lhe dói, não lhe parece coisa de gente séria, mas lembre-se:
você ama de maneiras diferentes.
Ninguém possui o poder de saciar 100% outra pessoa.
Nesses vácuos é que nascem outros amores.
Você ama João e sua ternura, ama João e seu poder tranquilizante,
ama João e a segurança que ele lhe dá, ama João em baixa velocidade, ama João a passeio, apreciando a vista.
.
Jorge, ao contrário, é mais agitado, desperta em você ansiedade e adolescência,
você ama o que Jorge faz com você, e do jeito que faz:
com pegada, sedutoramente.
Você ama o que João tem de paz e o que Jorge tem de visceral,
você ama o que cada um deles lhe completa.
O normal seria isso, amarmos mais de um para alcançarmos integralmente a nós mesmos,
mas a regra é clara: não mesmo.
Se vire com um só.
E a gente obedece, reza, livrai-nos de todo mal, ó Pai.
Escolhe um, o ama, mas sente falta de si mesmo,
de desenvolver um outro lado que este amor único não atinge.
Separa, casa de novo, agora é outro amor, ama, e ainda não se sente totalmente preenchida.
.
Um dia acontece: dois amores.
Um mais constante, outro de vez em quando.
Um amor adulto, outro divertido.
Um amor de infância; o outro, de aventura.
Tudo isso existe, persiste, insiste em acontecer.
Tudo por baixo dos panos, tudo velado, mentido,
confessado apenas nos consultórios de analistas e nas mesas de bar,
entre amigos de muita confiança.
.
Será que algum dia poderemos falar disso abertamente,
em voz alta, fora dos livros, do cinema, na vida quotidiana da gente?
Enquanto ninguém se atreve, mulheres e homens
que atravessaram a fronteira da monogamia seguem felizes da vida
– e infelizes da vida.


16 comentários:

Emerson Souza disse...

E porque não?!
Apoiada.
Bjus.

Luna Sanchez disse...

Concordo plenamente : é possível e não há do que se envergonhar, ainda mais em tempos de poliamor. ;)

Beijos, querida.

Bom fds.

ℓυηα

Eu amo um cara chamado Flavio disse...

Nossa, é isso aí mesmo, concordo com Martha Medeiros, e tem mais: acho que futuro é esse, tú vai ver...Ainda quando confessamos, todos nos crucificam, mas´tenho certeza que é o que mais eu vou ouvir nos meus consultórios, dp de pegar meu diploma, obrigada por ir atrás do texto por mim, bom fim de semana.

Vinicius disse...

Oi. Certamente é complicado o assunto em si, pois imagine você gostar de alguém que chega e diz "eu gosto de ti e de Ana - gosto dela porque
ela é parte do que você não é." Mas não há regra
e há coisas que simplesmente acontecem, mesmo que seja complicado, ou não.

Abraço.

Queti disse...

Oiii tem selinho pra ti la no blog flor.

Passa lá.

Bjo!

José Antonio disse...

Nossa amiga pegou pesado heinn... mais concordo com vc temos medo de nos mostrarmos ao mundo como somos de verdade então...fica assim te vejo amanha bjs.

ONG ALERTA disse...

Ninguém tem poder de nada nesta vida, simplesmente viva sua vida , paz.

Mahria disse...

Um marido.
Um amante.
E infeliz da vida...

Bjs
Mahria

Mågø Mër£Îm disse...

Eu sou atrevido...rs
Eu tento e na pior das coisas... um não vem no meio da minha cara rs

Laís Frota disse...

Lindo.
Não sei se já amei mais de um, mas já amei vários...

Passa lá no meu blog:
http://underdoggirl.blogspot.com/

*** Cris *** disse...

Uau!!! Que texto meu bem. Muitas pessoas deveriam ler isso.
Tem selinho pra vc lá no meu blog,tá?
Bjs!

Lucas Lima disse...

é dificil falar né, nunca vivi, mas dizem que existe mesmo, rs
bons dias

Juliana Lira disse...

Sonhadora

Post excelente!
Entre dois amores o coração se sente entre a cruz e a espada, lembrei de "Aline", essa sim tem peito viu?
Mas nós simples mortais, temos que optar, e optar é uma palavra divisora...

Milhões de beijos

Maryama* disse...

É bom encontrar alguém no qual você encontre João e Jorge de uma só vez.

Andréia A disse...

E como isso acontece viu!!!!

beijao

Andréia A disse...

Oi querida passando para deixar um mega abraço

\-------------:D--------------/

beijos