sábado, 18 de dezembro de 2010

"Dentro dela tem um coração bobo,
que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez.
Uma solidão de artista e um ar sensato de cientista…
tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna."


domingo, 28 de novembro de 2010

“Então eu te disse que o que me doíam essas esperas, 
esses chamados que não vinham e quando vinham sempre e nunca traziam nem a palavra e às vezes nem a pessoa exatas. 
E que eu me recriminava por estar sempre esperando
que nada fosse como eu esperava, 
ainda que soubesse.”

sábado, 27 de novembro de 2010

 
 
você continua existindo
em algum lugar em mim
que nem eu mesma sei
aonde ao certo encontar
mas sei que você vive
de uma forma feliz
e audociosa de permanecer
fomos idealistas quando
queríamos ser verdadeiros

mas amor e promessas
exigem coragem
e nós perdemos
 

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Preciso, sei que preciso
te olhar diferente,
repousar mais doce minha palavra
sobre a tua boca,
saber que meu riso deve vir de leve
sobre tua felicidade,
aprender que minha pressa não me leva
para tua mansidão,
perceber que não precisa de mim doce
me quer serena,
notar que preciso das tuas mãos
e da tua segurança,
e eu estou correndo tanto em direção
de nada e sem saber


E eu te preciso, sei que preciso 
não por solidão ou por necessidade,
 mas por amor,
por gostar,
por querer.

Preciso me aproximar, ceder,
compreender que o caminho é outro, mas não.

terça-feira, 2 de novembro de 2010


me procuro nos outros ,  
eu me vejo nos olhos alheios
ouço em outras vozes a minha voz , 
eu me espelho em
outros corpos
me reconheço em bocejos de homens ,
mas que em beijos
me preencho de silêncio na presença de outros sós


sexta-feira, 29 de outubro de 2010

 
Você é feliz? 
 Não espalhe, 
já que tanta gente se sente agredida com isso.
Mas também não se culpe,
porque felicidade é bem diferente do que ser linda, 
rica, simpática e aquela coisa toda.
Felicidade, se eu não estiver muito enganada, 
é ter noção da precariedade da vida, 
é estar consciente de que nada é fácil,
é tirar algum proveito do sofrimento,
é não se exigir de forma desumana e,
apesar disso tudo, 
conseguir ter um prazer quase indecente em
estar vivo.
 

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Pe. Fábio de Melo


"A arquitetura da minha alma é barroca.
Sou fraca, sou forte, sou luz, sou sombra.
Sou de aço, sou de flores."


sábado, 25 de setembro de 2010

Eu Sei...


Um dia pretendo
Tentar descobrir
Porque é mais forte
Quem sabe mentir

Não quero lembrar
Que eu minto também...


sábado, 4 de setembro de 2010


Nossa alegria não significa que estamos amando. 
Pode significar que podemos amar.

sábado, 28 de agosto de 2010

 
"Aprendi a amar menos, 
o que foi uma pena
e aprendi a ser mais cínica com a vida,
o que também foi uma pena, 
mas necessário
Viver pra sempre tão boba e perdida
teria sido fatal."

domingo, 1 de agosto de 2010

Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada PACIÊNCIA e FÈ


Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro - e também certa não-fé, para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco. 
É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data.
Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. 
Este é um ponto importante
ir, sobretudo, em frente.


sábado, 17 de julho de 2010


Meu maior medo é viver sozinho  e ..
não ter fé para receber um mundo diferente e ...
não ter paz para se despedir. 

Meu maior medo é almoçar sozinho,
jantar sozinho e me esforçar em me manter ocupado 
para não provocar compaixão dos garçons.

Meu maior medo é ajudar as pessoas porque não sei me ajudar. 

Meu maior medo é desperdiçar espaço em uma cama de casal, 
sem acordar durante a chuva mais revolta, 
sem adormecer diante da chuva mais branda. 

Meu maior medo é a necessidade de ligar a tevê
enquanto tomo banho. 
Meu maior medo é conversar com o rádio em engarrafamento. 

Meu maior medo é enfrentar um final de semana sozinho depois de ouvir os programas de meus colegas de trabalho. 

Meu maior medo é a segunda-feira e me calar para não parecer estranho e anti-social.
Meu maior medo é escavar a noite para encontrar um par e voltar mais solteiro do que antes. 

Meu maior medo é não conseguir acabar uma cerveja sozinho. 

Meu maior medo é a indecisão ao escolher um presente para mim. 

Meu maior medo é a expectativa de dar certo na família, que não me deixa ao menos dar errado. 

Meu maior medo é escutar uma música, entender a letra e faltar uma companhia para concordar comigo.

Meu maior medo é que a metade do rosto que apanho com a mão seja convencida a partir com a metade do rosto que não alcanço. 

Meu maior medo é escrever para não pensar.


domingo, 11 de julho de 2010

Caio F. Abreu

...
Sempre tenho a estranha sensação, 
embora tudo tenha mudado e
eu esteja muito bem agora, 
de que este dia ainda continua o mesmo,
como um relógio enguiçado preso no mesmo momento
"aquele
...

segunda-feira, 28 de junho de 2010


Se tudo for tudo ao contrário do que se espera
Será que o quê que o amor vai entender
Deixar para acontecer com a pessoa certa?
Será que não vai se confundir, trocar as datas
E deixar fluir na hora errada?
E se o coração for outro,
Alguém não tão disposto
De querer um final feliz?

Então valerá a pena se arriscar no tempo
Não acreditar no erro que o destino é capaz,
Então mergulharemos no fundo, naquele profundo,
Insano e doce, desejo intenso, de um pouco de paz
E se o amor soubesse que o tempo aparece
Na face, no corpo e deixa seus sinais?
E se o amor entendesse que felicidade tem pressa
Que em uma hora dessas
Sinto falta demais?
.

domingo, 13 de junho de 2010

Partir é inevitável. 
Um dia abandonaremos o conhecido, seja impulsionados por insatisfação, necessidade ou desejo. 
Em algum momento chegará o fim da inocência escolar, da proteção da casa dos pais, do conforto de um abraço, do calor de um beijo, de um casamento falido, do emprego insatisfatório, da vida. 
Querendo ou não, partiremos
É a única certeza verdadeira. 
A grande certeza. Partir é essencial. 
Por mais que tenhamos consciência do que, de quem, nos cerca, os fatos, detalhes ínfimos e tão importantes, pessoas, lugares, cheiros, músicas, só se tornam especiais ao virarem história; a velha mania tão humana de valorizar apenas o perdido. Ou o vivido. Partir é a coragem de abandonar o mapeado e rumar para o incógnito, sem trilha marcada nem estrada pavimentada. É curtir o nó no estômago diante no novo, essa paisagem tão bela e pouco apreciada. Partir nos faz mais fortes, curiosos, atentos. Atiça os sentidos. Ficamos menos dependentes e nos livramos dos grilhões (para alguns, confortadores) do familiar. Partir causa movimento porque, assim como água parada apodrece, nós corremos o risco de virar rascunhos de nós mesmos ao acostumar com a estagnação. Nada é mais perigoso do que ficarmos satisfeitos com o medíocre. Partir pode doer para quem fica, mas não mata. Ao contrário, cria infinitas e novas possibilidades de histórias a serem desenhadas com quaisquer cores (ou ausência delas para os mais melancólicos) numa folha em branco. Num futuro todo. Numa existência plena. Viva cada história até o último detalhe, tome até a última gota de todos seus momentos porque não há nada mais reles do que abandonar a vida por covardia, esconder-se dela detrás de falsos motivos. Não há nada mais deprimente do que alguém que finge partir quando, na verdade, está fugindo. Furtar-se a viver plenamente com toda a dor, alegria, tristeza, desamores e paixões é o mesmo que não ter nascido. Mas vá, se sentir que precisa ir. Vá, se o que o move é impossível de domar. Não deixe o medo paralisá-lo. 
Ignore os que não entendem, criticam, alertam, amedrontam porque esses, enquanto você segue seu faro, escrutina o desconhecido, permanecerão no mesmíssimo lugar. 
Criarão musgo, não sairão do decadente quarteirão da resignação—e isso sim é assustador.
Por isso tudo, estou indo.

(Ailin Aleixo)

domingo, 30 de maio de 2010


“Tristeza é quando chove
quando está calor demais
quando o corpo dói
e os olhos pesam
tristeza é quando se dorme pouco
quando a voz sai fraca
quando as palavras cessam
e o corpo desobedece
tristeza é quando não se acha graça
quando não se sente fome
quando qualquer bobagem
nos faz chorar
tristeza é quando parece
que não vai acabar

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Te Amo
é só o tenho a dizer.
não me peça para explicar o que não sei,
me peça explicação sobre qualquer outro assunto,
mas explicar o que sinto,melhor dizendo:
explicar o meu  Amor?
nem com todas as palavras eu conseguiria.
Eu sei conviver com o Amor que sinto,
só não entendo esse Teu medo em ser amado,
Teu medo pelo que sente.
Teu medo pelo que sentimos um pelo outro.
Teu medo em pensar no "amanhã".
Eu não sinto medo de Te Amar.
Tenta,vai..
tenta me explicar o medo que sente
...

sábado, 10 de abril de 2010

Eu,
todas as noites  
fico a pensar em ti 
e te  beijo,
suavemente...
(em meus pensamentos)

domingo, 4 de abril de 2010

Tudo que Passou

...
Tente esquecer, tente deixar pra trás
Tudo o que passou
Não vale a pena, guardar tanta mágoa
De tudo o que passou 
...



"O que vale na vida não é o ponto de partida
e sim a caminhada.
Caminhando e semeando, 
no fim terás o que colher."


sábado, 27 de março de 2010

"Quase em Querer"


Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia
...
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira
 ...

domingo, 21 de março de 2010


Fazer planos e sonhar é parte da vida de todos nós! 
Mas é preciso aproveitar esse presente 
que Deus nos dá com Amor: 
a vida nossa de cada dia, a vida nossa de cada momento.
Nossa vida nos foi dada para ser vivida hoje. 
Devemos vivê-la a cada instante, intensamente. 
Ame,
sofra,
chore, 
ria! 
Seja feliz agora!
Isso é vida!
Dedique-se a tudo que mais o faz crescer, 
como ser humano e ser espiritual.
Cresça da maneira correta, 
concedendo a si mesmo a verdadeira plenitude 
de viver cada momento. 
Deixe o amanhã para o amanhã. 
Viva o hoje! 
Seja feliz hoje! 
Ame hoje...

(desconheço a autoria)

segunda-feira, 15 de março de 2010

Eu Não Entendo



Por que você não disse que viria?
Logo agora que eu tinha
Me curado das feridas

Que você abriu quando se foi
Por que chegou sem avisar?
Eu queria tempo pra me preparar
Com a roupa limpa, a casa em ordem
E um sorriso falso pra enganar
Eu não entendo a sua volta
Eu não entendo a sua indecisão

Num dia sou o seu grande amor
No outro dia não, não, não
Por que a surpresa da sua volta?
Justo quando eu tento vida nova
Você vem pra perguntar
Se tudo que eu sentia acabou
Você até parece um vício
Que largar é quase impossível
Exige muito sacrifício
E quando eu me considerava limpo
Vem você pra me oferecer mais
Vem você pra me oferecer mais,mais, mais!
Eu não entendo a sua volta
Eu não entendo a sua indecisão
Num dia sou o seu grande amor
no outro dia não...

sábado, 13 de março de 2010


...Um homem tem sempre medo 
de uma mulher que o ame muito...

quinta-feira, 4 de março de 2010

"A Quem Deus promete,Não falta"


A esperança é um alimento da nossa alma, 
ao qual se mistura sempre o veneno do medo.

(Não deixe  que o medo te domine,tenha força e acredite sempre em Você)

segunda-feira, 1 de março de 2010

 
"Eram bonitos juntos,
diziam as moças.
Um doce de olhar.
Sem terem exatamente consciência disso,
quando juntos
os dois aprumavam ainda mais o porte e,
por assim dizer, quase cintilavam,
o bonito de dentro de um
estimulando o bonito de fora do outro,
e vice-versa.
Como se houvesse entre aqueles dois,
uma estranha e secreta harmonia."


quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Quando o sofrimento bater á sua porta


Sofremos demais por aquilo que é de menos. 
Sofrimento é destino inevitável, 
porque é fruto do processo que nos torna humanos.
O grande desafio é saber identificar o sofrimento 
que vale a pena ser sofrido.
Perdemos boa parte da vida com sofrimentos desnecessários, resultados de nossos desajustes, precariedades e falta de sabedoria. 
São os sofrimentos que nascem de nossa acomodação, quando, por força do hábito, nos acostumamos com o que temos de pior em nós mesmos
Sofrer é o mesmo que purificar

(que eu aprenda algum dia identificar)


terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Confie Sempre

 
Não percas a tua fé entre as sombras do mundo.
Ainda Que Os Teus pés estejam sangrando, 
segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, 
acima De ti mesmo. 
Crê e trabalha.
Esforça-te no bem e espera Com paciência
Tudo passa e tudo se renova na terra
mas o que vem do céu permanecerá. 
De todos os infelizes os mais desditosos 
são os que perderam a confiança 
Em Deus e em si mesmo, 
porque o maior infortúnio
é sofrer a privação Da fé e prosseguir vivendo.
Eleva, pois, o teu olhar e caminha. 
Luta e serve. 
Aprende e adianta-te. 
Brilha a alvorada além da noite. 
Hoje, é possível 
que a tempestade te amarfanhe o coração 
e te atormente o ideal, 
aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. 
Não te esqueças
porém, de que
amanhã será outro dia

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

 
Você nunca teria ido  sem mim
mesmo que eu não me atrasasse

você teria dito tudo aquilo
mesmo que eu não te ofendesse

você teria me deixado
mesmo que eu não propusesse

você faz tudo que quer
mas sou eu que deixo tudo preparado


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

eu nunca estarei sozinha,
mesmo longe
se tivermos no coração um  do outro
estarei sempre com você
não importa o que acontecer
eu te amo 
sempre te amarei

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010


A partir de amanhã não corro mais para atender o telefone
a caixa de fotos vou colocar na última prateleira do armário
onde só alcançarei com muito esforço e escada
a partir de amanhã não abro mais o correio eletrônico
nem voo até a sua letra no alfabeto,não haverá encontro
não passarei mais pela sua rua,a partir de amanhã
nem na vizinhança,atalharei por outro bairro
não há necessidade e meu coração não é de confiança
a partir de amanhã interrompo o surto 
e esqueço a placa do seu carro
não há perigo de eu sonhar com você,a partir de amanhã
não durmo mais,e as músicas que eu escutava,evitarei
já não te velarei,a partir de amanhã saio do luto



A partir de amanhã...repito sempre...amanhã

domingo, 31 de janeiro de 2010

(Medo do Amor que sinto)


Te amei
como nunca amei nessa vida
e do final deste amor
restou uma mulher tão fria
que nem por ti mesmo
conseguiria sentir
o amor que senti um dia

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010



Queria ter lhe conhecido antes
Muito antes...
Para que nenhum de nós dois tivesse
Medos ou cicatrizes...
Queria ter estado com você
Quando seu coração descobriu
O que era AMOR
Quando seu corpo descobriu
O que era DESEJO
E antes que pudesse sofrer
Eu estaria do seu lado
Amando-lhe
Entregando-me
E juntos poder ter aprendido
As lições da vida e do coração...
Queria ter lhe conhecido muito antes
Quando suas esperanças
Começaram a nascer...
Quando seus sonhos ainda eram puros
E seus ideais ainda ingênuos...
Pena termos nos encontrado só agora
Já com o coração viciado
Em outros amores
Com uma imagem meio falsa
Do que é felicidade

Do que é entregar-se...
Queria ter lhe encontrado antes
Muito antes
Numa nova vida
Num outro tempo



Em que não precisássemos
Temer o nosso futuro
Nem nossos sentimentos...
 
 (desconheço a autoria)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010




Fiquei me perguntando, o que é uma amizade. 
Porque até mesmo num amor há que existir uma grande amizade, uma cumplicidade, segredos que são trocados, silêncios que são entendidos, mas se nada disso existe,
não existiu também uma amizade verdadeira. 
Falsidades, enganos, mentiras não fazem parte desta trama.


Foram tantos os erros... tanto meus quanto seus. Talvez mais meus, palavras que nunca deveriam ter sido ditas, agressivas, inúteis, sem sentido. Beijos, abraços que deveriam incomodar até, já que não sentidos.


Como é difícil se tentar dizer a alguém o que a gente sente
Porque uma amizade é conquistada no dia a dia, 
de minuto em minuto,
e se isso não aconteceu, não devem também existir mágoas...
ninguém é capaz de agradar a todo mundo. 
Me perdoe por não ter sabido te agradar o bastante para que fosse  meu amigo tanto quanto eu fui de você.
(não sou de agradar ninguém,mesmo gostando muito)



Na verdade, nada disso faz mais diferença, mas fica dentro da gente uma parte vazia, porque existe sempre a falta de alguém que tinha um significado especial e o coração da gente fica um pouco sufocado, e precisa respirar para continuar vivendo.


Eu brincava às vezes dizendo 
"Já tomei meu copinho de simancol". 
bem... tomei agora uma garrafa inteira e percebi, mesmo um pouco tarde, que  numa amizade é preciso saber a hora de ir embora.


Se um dia, por qualquer motivo, não importa qual, você precisar
de um ombro amigo, um carinho, uma palavra qualquer
de apoio, eu vou estar aqui... sempre..
(retirado do Blog Todos Somos Um)
(texto a uma amiga,que significou muito pra mim,que esteve ao meu lado nos momentos mais felizes da minha vida e nos momentos de maior dor,mas que infelizmente não foi leal a amizade,não foi leal a mim,como amiga,me magoou e muito,e sinto tanta falta dela,sei que ela nunca irá ler esse texto,até porque não sabe da existência do blog,mas o dia em que ela precisar de uma amiga,estarei ao lado dela,como sempre estive)




sábado, 23 de janeiro de 2010



"Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo."

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010


...

 afinal, há é que ter paciência, 
dar tempo ao tempo,
já devíamos ter aprendido,
e de uma vez para sempre, 
que o destino tem de fazer muitos rodeios 
para chegar a qualquer parte
...

...

Felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


Da minha precoce nostalgia
 Por Maria Sanz Martins
 
Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e,
bebendo um cálice de Porto, dizer  à minha neta:
- Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado.
Tenho umas coisas pra te contar..
 
E assim, dizer apontando o indicador para o alto:
- O nome disso não é conselho, isso se chama corroboração!
 
Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões.
E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis,
a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte.
 
Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
É preciso coragem para ser feliz. Seja valente.
Siga sempre seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão.
E satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e  sua obrigação.
 
Entenda que o tempo é um paciente Professor que irá te fazer crescer,
mas escolher  entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim. 
 
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e à Austrália..
 
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos.
 
Ame. Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro.
Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito..."
Tenha uma vida rica de vida.
Vai que o carteiro ganha na loteria - tudo é possível, e o futuro, tsc, é imprevisível.
 
Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.
 
E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.
Porque sim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários.
 
Se for se casar, faça por amor. Não faça por segurança, carinho ou status.
 
A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!
 
Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de otimizar os genes na reprodução,
sugere que você procure alguém diferente de você.
Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão.
É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.

 
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação.
Leia.  
Pinte, desenhe, escreva. 
 
E por favor, dance, dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim.
 
Compreenda seus pais.
Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre farão.
 
Cultive os amigos.
Eles são a natureza a nosso favor e uma das formas mais raras de amor.

 
Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que
um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.
 
Era só isso minha querida. Agora é a sua vez..
Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: como vai você?  




Recebi esse texto lindo por email de uma amiga que gosto muito,
a Rosa,e queria dividir com Vocês,
espero que gostem.


sábado, 16 de janeiro de 2010



'Eu busco a frase de cada dia,
o poema que me espera na esquina, 
o recado de Deus escrito na minha geladeira...
Eu vivo assim...
Sem doma, sem dona, sem porteiras,
porque a felicidade é meu destino de honra,
meu brasão e minha bandeira.'

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010





Toda felicidade não é utopia
Utopia é pensar que permanecendo na nossa dureza e
guardando nossas razões estaremos ganhando alguma coisa. 

Sonhos não são quimeras
são desejos que nosso coração pode realizar.

Se o amor pudesse sempre gritar, 
se ele pudesse segurar nosso rosto para a direção do sol e das flores,
seríamos mais felizes
...



 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A "Minha Felicidade" não "é a Sua"


Nossos momentos felizes se dão,quase todos,na intimidade,quando ninguém está vendo.
O barulho da chave da porta,de madrugada,trazendo um adolescente de volta a casa.
O Cálice de vinho oferecido por uma amiga com quem acabamos de fazer as pazes.
Sentar ao cimena,sozinho,para assistir ao filme tão esperado.
Depois de anos com o coração em marcha lenta,rever um ex-namorado e 
descobrir que ainda é capaz de sentir palpitações.
Os acordos secretos que temos com os filhos,netos,amigos.
A emoção provocada por uma frase de um livro.
A Felicidade é uma cura.
E a Infelicidade aceita como parte do jogo-ninguém é tão feliz 
quanto aquele que lida bem com suas precariedades.
A Sua Felicidade não é a minha,e a minha não é de ninguém
Não se sabe nunca o que emociona intimamente uma pessoa,a que ela recorre para conquistar serenidade,
em quais pensamentos se ampara quando quer descansar do mundo,
o quanto de energia coloca no que faz,e no que ela é capaz de desfazer para manter-se sã.
Toda felicidade é construída por emoções secretas.

(trechos da Crônica de Martha Medeiros)

Meus momentos de Felicidade é quando recebo um sorriso lindo e puro dos meus filhos,quando vejo o colorido das minhas flores,pequenos momentos...
Minha Felicidade é feita de pequenos momentos,
coisas simples,Pessoas sinceras,verdadeiras,boas de coração,
Um livro,muitos livros na verdade.
Minha Felicidade se dá também em encontrar pessoas que
não sentem vergonha em falar o que pensam,o que sentem de verdade.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Tudo parece tão Mágico



"...todo ser humano deveria ter um encontro muito próximo com a fé a ponto de tornar-se muito íntimo da mesma e poder aplicá-la em seu cotidiano..." 





"Deitada na grama, o céu empoeirado de estrelas. 
Passei o dedo e - curioso - 
algumas vieram grudadas na ponta. 
Olhei para cima e assoprei. 
Foi tanta estrela caindo que agora 
eu mal consigo enxergar de tanta esperança."


quarta-feira, 6 de janeiro de 2010




"Eu preciso aprender a ser menos.
Menos dramática.
Menos intensa. 
Menos exagerada. 

Alguém já desejou isso na vida: 
ser menos? 
Pois é. Estranho.
Mas eu preciso. 

Nesse minuto, nesse segundo, por favor, 
me bloqueie o coração, me cale o pensamento,
me dê uma droga forte para tranqüilizar a alma.
Porque eu preciso. 
E preciso muito.

Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume,
andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega,
não tropeçar em mim mesma
 Eu preciso respirar.

Me aperte o pause, me deixe em stand by, 
eu não dou conta do meu coração que quer muito. 
Eu preciso desatar o nó. 
Eu preciso sentir menos, sonhar menos, amar menos,
sofrer menos ainda.

Aonde está a placa de PARE bem no meio da minha frase? Confesso: eu não consigo.
Nada em mim pára, nada em mim é morno, nada é pouco,
não existe sinal vermelho no meu 
caminho que se abre e me chama. 

E eu vou... 
Com o coração na mochila, o lápis borrado, o sorriso e a dúvida,
a coragem e o medo, mas vou... 
Não digo: "estou indo", 
não digo: "daqui a pouco", 
nada tem hora a não ser agora. 

Existe aí algum remedinho para não-sentir? 
Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento?
 
Quer saber?
Existe. 
Existe e eu preciso,
Preciso e não quero."


terça-feira, 5 de janeiro de 2010

- Ainda tenho uma amiga do outro lado dessa linha?
  (foi essa a pergunta que ouvi ao telefone quando atendi)


escutar minha amiga dizer ao telefone que sente minha falta,que quer que em 2010 nossa amizade prevaleça apesar da distância,foi o que me fez chorar hoje,ainda não conversei com ela,não tive coragem de ir procurá-la apenas pra dizer que eu estava magoada com ela.
Fiquei muito,muito feliz com a ligação dela hoje,mas aquela ponta de tristeza continua,mesmo não querendo aceitar,sei que nossa amizade não é mais a mesma.Nunca fui uma pessoa de muitos amigos,sou super desconfiada com as pessoas que mal conheço,normal até,quem não é...
Uma amizade de quase 11 anos abalada pela falta de coragem dela, em me contar algo que pedi várias vezes,por mais difícil que fosse,ela poderia ter dado um jeitinho,mas foi diferente,ela se calou.
Sinto tanto...mas está sendo muito difícil aceitar.
essa pontinha de tristeza,passa,logo passa...