terça-feira, 26 de outubro de 2010

Pe. Fábio de Melo


"A arquitetura da minha alma é barroca.
Sou fraca, sou forte, sou luz, sou sombra.
Sou de aço, sou de flores."


Um comentário:

Talita disse...

Lindo este trecho!!

Boa noite pra ti!!
tatapalavrasaovento.blogspot.com