quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Preciso, sei que preciso
te olhar diferente,
repousar mais doce minha palavra
sobre a tua boca,
saber que meu riso deve vir de leve
sobre tua felicidade,
aprender que minha pressa não me leva
para tua mansidão,
perceber que não precisa de mim doce
me quer serena,
notar que preciso das tuas mãos
e da tua segurança,
e eu estou correndo tanto em direção
de nada e sem saber


E eu te preciso, sei que preciso 
não por solidão ou por necessidade,
 mas por amor,
por gostar,
por querer.

Preciso me aproximar, ceder,
compreender que o caminho é outro, mas não.

2 comentários:

Saulo Nunes disse...

Sonhadora vim da um alô =) como está ocê menina? beijo amiga

Simone disse...

" E eu te preciso, sei que preciso
não por solidão ou por necessidade,
mas por amor, por gostar, por querer."

É tão lindo *.*