terça-feira, 9 de fevereiro de 2010


A partir de amanhã não corro mais para atender o telefone
a caixa de fotos vou colocar na última prateleira do armário
onde só alcançarei com muito esforço e escada
a partir de amanhã não abro mais o correio eletrônico
nem voo até a sua letra no alfabeto,não haverá encontro
não passarei mais pela sua rua,a partir de amanhã
nem na vizinhança,atalharei por outro bairro
não há necessidade e meu coração não é de confiança
a partir de amanhã interrompo o surto 
e esqueço a placa do seu carro
não há perigo de eu sonhar com você,a partir de amanhã
não durmo mais,e as músicas que eu escutava,evitarei
já não te velarei,a partir de amanhã saio do luto



A partir de amanhã...repito sempre...amanhã

7 comentários:

Lia disse...

Lindo!

Amanhã, sempre amanhã!

bjos menina!

Andréia A disse...

Passei para deixar um abraço minha amiga e dizer que sinto saudades..

fica bem!


beijao

Crista disse...

Que triste!!!!

Luna Sanchez disse...

Alguns "amanhãs" nunca chegam...

Beijos, querida. Saudades.

ℓυηα

Palavras que falam por mim disse...

Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!
E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

Aguado sua visita!
Forte abraço!

Karina

Felicidade Clandestina. disse...

\: aah isso me lembra o meu terrivel e amargo agosto. o mês do ''fim'' que ja regressou, ja que é acaba e logo se refaz...

mui lindo o teu modo de escrever!

♥ beijos

Tô afim de falar tudo! disse...

Amanhã, amanhã... Hoje ainda existe e talvez sempre existirá,né?
Bjs!